É Satanás um demônio?

Qual é a visão judaica de Satanás? Ele era um anjo caído? Na Cabala era um dos Sete Anjos que estavam diante do Trono de D’us eles são representações...
https://www.spiritfanfiction.com/historia/a-guerra-entre-o-bem-e-o-mal-10979928/capitulo9
Qual é a visão judaica de Satanás? Ele era um anjo caído?

Na Cabala era um dos Sete Anjos que estavam diante do Trono de D’us eles são representações dos Poderes Divinos. Tais poderes cósmicos podem ser polarizados tanto positiva quanto negativamente dentro do ser humano. A Polaridade negativa da energia cósmica é simbolizada em Samael, cuja consorte é Lilith.

Nas tradições judaicas ele é identificado como o Anjo da Morte, o chefe do quinto céu e também um dos sete regentes do mundo material e tem em seu comando por bilhões de anjos.

Na crença cristã, Satanás é um anjo caído que tem liberdade de escolha e se rebela contra D’us. Os cristãos usam convenientemente “Satanás, para explicar qualquer comportamento mau ou irracional (como não acreditar em Yeshu como messias ou deus). O chamado Novo Testamento é um terreno fértil para essa perspectiva. É somente aqui que Satanás se torna um anjo do mal e rebelde, quando provavelmente o personagem chamado Satanás evoluiu para um anjo maligno e inimigo de D’us, baseado no dualismo teológico persa, onde essa idéia está presente.

Na visão judaica, ele (Satanás) está claramente subordinado a D’us, um membro de Sua corte celestial (Heb. Beni ha-elokim), que não pode agir sem a sua permissão. Em nenhum lugar é, de qualquer forma, um rival de D’us. Os cristãos da Enciclopédia Judaica dizem que foi Satanás quem criou o mal, isso é completamente fraudulento, de acordo com nosso Tanach: “Eu (D’us) formo a luz e crio as trevas”, (Isaías 45: 7). Deus cria todas as coisas, não apenas as boas. Não há um único versículo em todo o Tanach que diga que Satanás criou o mal ou desobedeceu uma ordem de D’us. No Tanach, Satanás é um servo obediente de D’us que cumpre o papel de acusador do homem na corte de D’us.

D’us criou a tentação de fazer o mal em parte para provar nossa lealdade e em parte para nos melhorar. É por isso que a palavra (Satanás) em hebraico significa literalmente um adversário (Números 22:22) que vem nos desafiar. Encontramos essa noção em todo o Livro de Jó, onde D’us dá a Satanás permissão para desafiar o justo Jó. De fato, uma das expressões mais dramáticas e poderosas da luta do homem com D’us e sua consciência envolve Jó e Satanás. D’us havia dado a Satanás permissão para afligir Jó com todo tipo de dificuldades e infortúnios. Por sua vez, Jó perde sua família e seus bens e é afetado por furúnculos e doenças. Sentados em agonia, seus colegas íntimos comentam: “Sua misericórdia é sua bobagem”. Até sua esposa o incomoda e diz: “Você ainda mantém sua integridade? Amaldiçoe a Deus e morra”. Mas Jó lhes diz: “Você fala como alguém que é desprezível. Devemos aceitar apenas o bem de Deus e também não aceitar o mal?” (Jó 2: 9-10)

Pergunta: que espírito atormentava o Rei Saul?

Resposta: É uma figura de linguagem para descrever o “yetzer hara” inclinação para o mal que cada ser humano tem quanto mais se afasta de D’us. Acontece com as pessoas, ou mesmo já aconteceu com você, de encontrar alguém que esta cheio de ira e raiva, praticamente descontrolado. De repente, chega alguém que começa a conversar com ela, trocando boas ideias e a natureza das coisas melhoram aos poucos, a raiva, o ódio e o descontrole passam.

Isto aconteceu com Shaul e pode acontecer comigo com você. Pois o bem (yetzer hatov) e o mal (yetzer hara) são dois caminhos colocados de propósito por D’us dentro de nós para que entendamos e aceitemos que precisamos nos esforçar e não nos acomodar a uma vida estabilizada em nossos próprios pensamentos e sentimentos, mas nos dedicar a uma vida de aperfeiçoamento.

Leia o texto completo AQUI e entenda melhor a visão judaica sobre Satanás.

Referencia: Chabad , Morashá.

O texto original foi retirado de Judaísmo: História, Fundamentos e Práticas, aqui sofreu edições para organizar algumas informações.

Categorias
AnjosSatanásTEOLOGIA
9 COMENTAR ESTE POST:
  • Adilson
    22 abril 2021 at 10:33 AM
    DEIXE UM COMENTÁRIO:

    Edy Brilhador diz: D’us criou a tentação de fazer o mal em parte para provar nossa lealdade e em parte para nos melhorar.
    Adilson: Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. (Tiago 1.13.14). E ainda mais se foi Deus quem criou a tentação para provar nossa lealdade e em parte para nos melhorar, se isso é verdade segundo o Sr. Edy Brilhador, quer dizer que Jesus não era perfeito, porque diz a bíblia no evangelho de Mateus, que Jesus foi conduzido pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. (Mateus 4.1). Jesus precisava provar lealdade e melhorar em que? Sendo Ele Deus: Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna. (I João 5.20). Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. (Tiago 1.13). Seria porque Deus era desleal consigo mesmo e não era um ser bom que precisava melhorar? Criando sua própria tentação? Ou Ele era praticante da seita Opus Dei que precisava se castigar a si mesmo pra melhorar e se aperfeiçoar? Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. (Tiago 1.14). O Sr. Edy Brilhador, pode mostrar em que parte do Tanach, mostra que Jesus era engodado pela sua própria concupiscência, porque o texto diz isso claramente “sua própria concupiscência”, para criar sua própria tentação para provar sua lealdade e para melhorar? Porque só procura se leal quem é desleal, e melhorar quem é ruim você não acha?

    • JOEL ANTIQUEIRA
      26 junho 2021 at 12:54 PM
      DEIXE UM COMENTÁRIO:

      goste da orientação sobre Adilson: A Bíblia não deixa nenhuma sombra de dúvida sobre a origem do mal, sobre o texto de Isaías 45.7,

  • Adilson
    22 abril 2021 at 11:23 AM
    DEIXE UM COMENTÁRIO:

    O Sr. Edy Brilhador diz: Deus cria todas as coisas, não apenas as boas. Não há um único versículo em todo o Tanach que diga que Satanás criou o mal ou desobedeceu uma ordem de D’us. No Tanach, Satanás é um servo obediente de D’us que cumpre o papel de acusador do homem na corte de D’us. Vamos analisar que tipo de deus é esse que o Sr. Edy Brilhador acredita, ele diz que Satanás é um servo obediente de D’us, se satanás é um servo obediente de D’us, ele deve ser honrado pelo próprio Deus, como diz a bíblia: Disse-lhe o seu senhor: Bem está, bom e fiel servo. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor. (Mateus 25.23). E não julgado e condenado (João 16.11; I Timóteo 3.6). Que tipo de gozo Satanás esse servo obediente, bom e fiel de D’us, vai receber da parte de seu Senhor? Porque segundo a bíblia esse servo obediente, bom e fiel de D’us, o gozo que ele vai receber da parte de seu Senhor, é aquele que está registrado em Apocalipse: E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre. (Apocalipse 20.10). Belo gozo pra quem foi obediente você não acha?

  • Adilson
    22 abril 2021 at 11:25 AM
    DEIXE UM COMENTÁRIO:

    Adilson: A Bíblia não deixa nenhuma sombra de dúvida sobre a origem do mal, sobre o texto de Isaías 45.7, que diz, “Eu formo a luz e crio as trevas; eu faço a paz, e crio o mal, eu o Senhor, faço todas estas coisas”, para muitos e estranho encontrar versículo como esse, será que Deus é criador do mal? Será que Deus seria responsável por tudo de ruim que acontece com a humanidade? É obvio que não, analisando esse texto a luz da Bíblia, não há nenhum problema, basta observar a expressão, “CRIO”, está no presente e não, “CRIEI”, no passado, tal versículo não está se referindo ao mal de forma geral, porque se assim fosse o mais coerente seria afirmar “EU CRIEI O MAL”, a Bíblia é clara, e nesse texto ela só quer mostrar que Deus é soberano, e está acima de todas as coisas, como está escrito, “Vede agora que eu, eu o sou, e mais nenhum Deus comigo; eu mato, e eu faço viver; eu firo, e eu saro; e ninguém há que escape da minha mão”, (Deuteronômio 32.39). “Eu sou o mesmo, e que antes de mim deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá”, (Isaías 43.10). E nada pode ameaçar sua posição, ele é Deus, o único inigualável, e não há outro acima dele, como diz, “Porque quando Deus fez a promessa a Abraão, como não tinha outro maior por quem jurasse, jurou por si mesmo”, (Hebreus 6.13). Isso quer dizer soberania e não que ele seja criador do mal, como algumas mentes cauterizadas entendem. A bíblia diz: Deus odeia e abomina o mal. Assim também se expressou o profeta Habacuque, “Tu és tão puro de olhos, que não podes ver o mal. Observe a expressão não podes ver nem contemplar o mal”, (Habacuque 1.13). Isso que dizer que Deus não pode tolerar o mal diante de Sua santa presença. Deus está isento da criação do mal. Por isso escutem-me, vocês que têm conhecimento. Longe de Deus esteja o fazer o mal, e do Todo-poderoso o praticar a iniquidade. (Jó 34.10). Muitos ainda para provar sua tese que foi Deus quem criou o mal cita o texto de Lamentações, que diz: Porventura da boca do Altíssimo não sai tanto o mal como o bem? (Lamentações 3.38). E dai faz seu cavalo de batalha. Mais porque o texto diz isso? Será que é porque Deus é mal e bom ao mesmo tempo? Ou é criador do mal? O que diz o versículo 39 de Lamentações: De que se queixa, pois, o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados. Esse versículo 39 deixa bem esclarecido o porque o versículo 38 diz que da boca do Altíssimo sai tanto o mal como o bem? Ele está explicando que quando o homem pecar ele não deve queixa-se e nem buscar algo ou alguém pra lançar a culpa pelos os seus atos pecaminosos, como fez Adão e Eva desobedecendo á ordem de Deus: Adão disse á mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi. (Gênesis 3.12). Eva disse: A serpente me enganou, e eu comi. (Gênesis 3.13). E a serpente lançou a culpa em quem pra lançar sobre seu ato de enganar Adão e Eva? Adão achou Eva pra lançar a culpa de seu ato, Eva achou a serpente pra lançar a culpa de seu ato, e a serpente achou quem? Ela poderia muito bem lançar a culpa em Deus porque afinal de contas segundo o Sr, Edy Brilhador não é ele que ensina que não há um único versículo em todo o Tanach que diga que Satanás criou o mal ou desobedeceu uma ordem de D’us. No Tanach, Satanás é um servo obediente de D’us que cumpre o papel de acusador do homem na corte de D’us. Então se Satanás é um servo obediente de D’us que cumpre o papel de acusador do homem na corte de D’us. Então o responsável é Deus e não Satanás pelo ato de enganar Eva, ele como servo obediente de Deus, só fez o que seu Senhor mandou, não é isso que o Sr, Edy Brilhador ensina? Quando a bíblia diz: Que da boca do Altíssimo sai tanto o mal como o bem? Ela quer dizer que da parte do Altíssimo, vem á correção, disciplina e o castigo pelos nossos atos pecaminosos, e não que Deus criou o mal, o faz o mal a alguém, quando recebemos o mal da parte do Altíssimo, ou, seja, correção, disciplina e castigo, é pelos nossos pecados: De que se queixa, pois, o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados. (Lamentações 3.39). Porque semearam vento, segarão tempestade (Oséias 8.7). Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção (Gálatas 6.8). E não que Deus criou o mal.

  • Adilson
    22 abril 2021 at 1:18 PM
    DEIXE UM COMENTÁRIO:

    A Bíblia é clara e diz que Deus é criador, e por ser o criador tem completo poder e autoridade sobre qualquer criatura, e Satanás por ser uma criatura está limitado e nada pode fazer sem a ordem permissiva do Criador, (Jó 1.12). E não que Deus coloque ele como seu servo obediente pra executar seus desígnios mal, como o Sr. Edy Brilhador ensina. Deus sempre colocou limitem para os atos perversos de Satanás, e jamais sonhou um dia ser seu cúmplice. Porque ele foi bem claro ao dizer que o príncipe desde mundo se aproximava mais não tinha nada com ele (João 14.30). Devemos ter em mente que Deus permitir um ser agir, isso não quer dizer que ele seja seu cumprisse ou seu servo em suas ações, a ação de cada um é livre, para com justiça esse ser seja julgado.

  • Adilson
    22 abril 2021 at 1:29 PM
    DEIXE UM COMENTÁRIO:

    Quando lemos os textos de (I Reis 22.19-23; II Crônicas 18.18-22; II Tessalonicenses 2.11). Que muitos usam para condenar Deus de cumplicidade com espirito imundo, ou seja, com os demônios, mais devemos analisar que os textos mostras, que Deus não convidou e nem convida os demônios para alguma atividade, porque suas ações são perversas e desumanas. Observe que nos conselhos de Deus, ele se apresentou com o intuito de massacrar os homens, ele observou Jo´e o rei Acabe, e na chance que teve atacou (I Reis 22.19-23; II Crônicas 18.18-22; Jó 1.1-12; 2.1-7). Se Satanás veio pra roubar, matar, e a destruir, isso contraria a vontade de Deus que diz: Dize-lhes: Vivo eu, diz o Senhor DEUS, que não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho, e viva (Ezequiel 33.11). Foram esses espíritos que se ofereceram a Deus para agir, mais isso não quer dizer que Deus tenha qualquer vinculo de ligação com eles, nesses textos devemos analisar um fato importante, Deus permitiu tais espíritos agir para mostrar o sistema de vida errada dos falsos profetas que só profetizava mentira, e para surpreender o Rei acabe em seus pecados, (v.22). Mostra que esse espírito saiu e foi profetizar mentiras, algo que agradava o rei e seu estilo de vida mal e corrupta, esses demônios usava os profetas que só vaticinava aquilo que o Rei apenas queria ouvir, e não o que Deus tinha a falar. Por isso que, I Samuel diz, que o Espírito de Deus se afastou do rei Saul, porque assim como o rei Acabe vivia uma vida corrupta e imoral, esse espirito imundo o atormentava, I Samuel 16.14. Esse espirito tanto atormentava Saul, como fazia ele profetizar, (I Samuel 18.10).

  • Adilson
    22 abril 2021 at 1:32 PM
    DEIXE UM COMENTÁRIO:

    Quando o apóstolo Paulo escreveu aos Tessalonicenses (II Tessalonicenses 2.11). Que no final dos tempos Deus enviará o espírito do erro, e ele enganarão a muito, com isso Paulo quis dizer, que esses espírito imundo só enganarão aqueles que como os reis Acabe e Saul que rejeitaram as verdadeiras profecia que Deus que falava por intermédio de Micaías (I Reis 22.13-19). Eles se recusam a crê na verdade, como o (v.12). Mostra porque como sabemos Deus criou o homem dotado de livre-arbítrio, com a liberdade de crerem, ou não nas mentiras de Satanás, e por crerem acabem experimentando as consequências de seus pecados, (I Coríntios 5.5; I Timóteo 1.20). Assim como os Reis acabe e Saul, e todos seus profetas pagaram tal preso. É isso que significa vindo da parte de Deus, e não que Deus seja cúmplice de Satanás, ou use ele para um mal intuito, como alguns mal informados imaginam.

    • EdyBrilhador
      23 abril 2021 at 3:13 AM
      DEIXE UM COMENTÁRIO:

      Adilson, agradeço seus comentários, forma muito bons. Realmente construtivos. Apenas peço desculpas por não ter informado corretamente sobre a origem do texto, que eu havia colocado onde a matéria estava completa, mas o link estava com problema e, por isso, talvez você não entendeu que não a matéria não é minha. Mas, gostei muito do seus comentários. Mas, faço uma ressalva: Jesus não é Deus, como você demonstra crer num dos comentários abaixo.

  • JOEL ANTIQUEIRA
    26 junho 2021 at 12:47 PM
    DEIXE UM COMENTÁRIO:

    ASTENTASÕES JÁ MAIS VEM DE DEUS NOS SOMOS TENTADOS PELA NOSSA COBIÇA

  • DEIXE UM COMENTÁRIO:

    *

    *

    RELACIONADOS

    Translate »