O que é religiosidade?

Parece um assunto simples e óbvio, o que vou compartilhar com você agora. Mas, tenho percebido que há muita gente confusa com esse assunto. Já ouvi um cristão dizer: “Eu não preciso orar mais de joelhos, isso é religiosidade!” Ouvi outros cristãos falando “Eu uso a roupa que eu quiser, porque não quero mais viver na religiosidade. Quem se escandalizar com as minhas roupas, o problema não é meu, porque eu sou livre da religiosidade!”.

Esses cristãos não entendem o que é religiosidade e, na verdade, podem estar vivendo uma religiosidade e nem sabem.

Não podemos deixar de praticar os princípios morais da palavra de Deus (por mais quadrado que pareça para o mundo), achando que é religiosidade. Por exemplo, imagina um cristão fumando e bebendo e ele faz isso, porque acha estar vivendo a “liberdade de Cristo, livre da religiosidade”.

Se os cristãos partirem desse pensamento, então outros podem pensar: “Se eu sou livre em cristo, não há mais condenação e não vivo mais para a religiosidade, então, vou fazer sexo antes do casamento!” Afinal de contas, namoro sem sexo não existe, Isso é cafona, Isso é religiosidade!

Se formos pensar assim, outro cristão que teve sérios problemas com drogas pode pensar “Eu sou livre da religiosidade, posso fumar um baseado, contanto que eu não deixe o baseado me dominar. Afinal sou mais que vencedor e tudo posso naquele que me fortalece!”.

Você percebeu que as pessoas estão usando essa “nomenclatura: RELIGIOSIDADE para fazer as coisas erradas ou coisas com intenções erradas? E se não entendermos realmente o que é religiosidade, isso começa a entrar em todas as áreas das suas vidas, famílias e ministério.

Certa vez ouvi uma garota Cristã dizer para outra “Porque não posso usar mini-saia? Porque não posso me tatuar e usar aquelas roupas bem sensuais? Jesus já me libertou da religiosidade e libertou você também!“. Alguns cristãos estão achando que o Senhor só quer um coração sincero. Um coração que ame ao Senhor independente do que ele faz por fora.

Qualquer coisa que traga correção, alinhamento, educação na justiça e que resulte numa mudança de comportamento de acordo com a palavra, que esse cristão não concorda, ele já afirma que é religiosidade! Vou te dar um exemplo mais claro: Imagina um jovem cristão conversando com o seu amigo da igreja sobre um puxão de orelhas que ele levou do seu pastor, corrigindo alguns tipos de comportamento anti-bíblico. Veja a fala:

“Cara, o pastor me repreendeu só porque estava dando em cima de três irmãs na igreja. Ele me chamou a atenção que eu estava usando umas calças muito apertadas e que estava salientando as minhas partes íntimas e minha Baby look que marca os meus músculos! Cara, o pastor é muito religioso! Isso é religiosidade! Eu sou salvo pela graça, sou justiça de Deus em Cristo! Mano, outra vez o pastor me chamou a atenção porque eu estava postando umas fotos sem camisa, mostrando os meus músculos (você sabe que eu estou fazendo academia) e as irmãs me curtem e piram quando me vêm no facebook de tanga. Então um dia, antes de subir para cantar, de ministrar ao Senhor na igreja, o pastor me chamou no gabinete e puxou minha orelha de novo! Isso é religiosidade mano!”

Você percebeu que alguns cristãos estão querendo viver de modo indigno, viver a velha maneira de viver, se apoiando nas verdade legais de Cristo e dizendo que são livres da religiosidade?

 

Fonte: Verbo da Vida | Por: Eliezer Rodrigues

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Translate »